O professor sorri, mas é cada “surto interno”


Desrespeitar o professor é cultural... e vamos ser sinceros, ele atrapalha pra caramba.

Sempre que entro em um ambiente público, com grande aglomeração, fico observando a fisionomia das pessoas, e me pergunto internamente: Quantas são desrespeitadas diariamente em seu ambiente de trabalho?

Passei quase 20 anos trabalhando em agência de publicidade como diretora de arte e quando me perguntavam em quê eu trabalhava, as pessoas reagiam de forma positiva, com um sorriso e palavras de alegria.
Hoje em dia, quando digo que sou professora, eu desperto misericórdia no outro. A fisionomia das pessoas fica muito semelhante à de quando elas recebem a notícia de uma doença séria. A compaixão é latente e sempre vem acompanhada de frases como “você vai para o céu com tripa e tudo” ou “Deus tenha misericórdia de você”. Outra frase comum é “você é louca”.

O professor atrapalha os alunos, pois eles querem brincar, correr, jogar joguinho, bater papo, contar piada, beber, assistir o jogo de futebol ou fofocar sobre a novela.
O professor atrapalha a coordenação sempre que seus alunos/clientes não estão felizes. A coordenação espera que seus professores mimem, deem palavras de afeto e infantilizem seus alunos (independente da idade). Esses péssimos professores que cobram dedicação dos alunos, aperfeiçoamento de projetos... e pasmem, o professor cobra que os alunos leiam... como isso atrapalha.
Um professor que não deixa seus alunos/clientes felizes atrapalha a direção da instituição de ensino, que pode perder alunos e isso implica em diminuição de lucro.

Os professores que atrapalham são incapazes de implantar a cultura do “eu finjo que te ensino e você finge que aprende”.  Essa incapacidade se reflete em atitudes agressivas, olhares rancorosos e frases desrespeitosas dos alunos, que dizem que pagam os professores para ensinar... E eu, ingênua, imaginava que os alunos pagavam a escola e a universidade para aprender... mas aprender nem faz parte do “cardápio”, pois o cliente feliz precisa de sossego e diversão, no entanto aprender dá fadiga.  
Esses professores que atrapalham por querer que seus alunos aprendam e cresçam intelectualmente deveriam ser banidos do sistema educacional e somente os que fingem que ensinam deveriam perpetuar, afinal é isso que os alunos/clientes querem... e o cliente sempre tem razão, não é?

Todo processo de desrespeito contem dois agentes: o desrespeitador e o desrespeitado.
De quem é o problema: quem desrespeita ou quem é desrespeitado?


Ilustração: https://za.pinterest.com/pin/67835538107801313/ 

Deixe seu comentário ou dúvidas. 

Comentários