Uma escola com excelência metodológica e arquitetônica

Hoje revisitei uma escola que ama pássaros em voo
Se algum pássaro chegar engaiolado, essa escola irá desengaiola-lo.

Como disse o querido Rubem Alves: “Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas. Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do voo. Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque a essência dos pássaros é o voo.

Há dois anos conheci a Wish. Na realidade eu conheci somente o prédio, que ainda estava em fazer final de construção. 
Sai da visita encantada e convidei todos os meus alunos de arquitetura e pedagogia a pesquisar, e se possível, visitar esse espaço incrível. 
A arquitetura transpira a filosofia educacional de uma escola humanizada e inovadora.
Os espaços arquitetônicos são tão extraordinários, que é difícil explicar como pode ser uma escola com salas sem paredes. 
Algumas salas têm no lugar de paredes, telhas transparentes e em outras salas, são armários móveis, podendo ser abertas facilmente.

Hoje, enquanto aguardava para fazer meu “tour” com a doce Andressa, fiquei observando a movimentação. No fundo aquele som típico de hora de recreio, mas não era hora de recreio. Via algumas crianças lá longe e de uma das salas, saia um som de filme de ação. Passaram duas garotinhas no meio do corredor, uma se foi, a outra pulou algumas vezes e se foi. E assim algumas outras crianças também passaram. Elas não estavam em fila, nem em grupo. Com autonomia, elas sabiam de onde vinham e para onde iam.
Ao contemplar essas crianças livres e felizes pensei: Quem disse que aprender não pode ser um processo prazeroso e divertido?

Quando a Andressa chegou, andamos por entre os grupos multietários de crianças, todas em alguma atividade, o mais notório era o protagonismo de todas elas. Nenhum grupo estava escutando seu professor declamando algum saber ou reproduzindo alguma atividade mecanizada.
Os educadores não tinham uma postura infantilizada. Eles estavam presentes em todos os espaços.
Foi lindo ver as crianças com autonomia, investigando e aprendendo algo novo. Até uma assembleia dos pequenos estava em curso.
Nessa escola as crianças planejam as atividades da semana, elas escolhem as oficinas que participarão, elas escolhem as provocações (grupos de atividades matinais) que atuarão, elas escolhem em qual grupo de responsabilidade contribuirão.

No final da visita a Andressa compartilhou que hoje em dia as pessoas, quando conhecem a Wish, entendem melhor como tudo funciona, mas que antigamente os pais faziam cara de que aquilo era uma loucura. 
Loucura é a educação tradicional que todo mundo faz há anos e não há um teórico que embase a prática.

Ao contrário de muitas escolas que insistem em ser gaiolas, como a educação tradicional ou militarizada, eu quero a liberdade de escolas que são asas, da educação holística, desfragmentada, criativa e inovadora. 
Como estou falando de liberdade, coloco no 'pacote' as comunidades de aprendizagem, a homeschooling e unschooling.

Wish School é uma escola de educação holística e bilíngue, localizada no Tatuapé, Zona Leste de São Paulo. É reconhecida pelo MEC como inovadora e criativa. Foi reconhecida pela Edumission como uma das 10 Instituições de Ensino mais inovadoras do mundo. 

Link sugerido: PEDIDO DE AJUDA - eu tenho dúvidas pedagógicas

Fotos da Wish - https://www.facebook.com/WishSchool/


Deixe seu comentário ou dúvidas. 

Comentários