A Síndrome do Imperador passou no vestibular

“'Síndrome do Imperador': a ditadura da infância, legiões de jovens desprovidos de autoconhecimento e que não reconhecem o outro. Seres narcísicos, caprichosos, hedonistas, deprimidos... narcotizados." [José Pacheco]

Normalmente quando se fala sobre a Síndrome do Imperador (ou Imperatriz), se refere as crianças.
Essas crianças serão eternamente crianças? Não.
O tempo passa e as crianças crescem, elas estudam e passam no vestibular, mas continuam pequenos tiranos narcísicos e sem freio moral. Uma geração de fofos mimados que buscam ter prazer em tudo. São jovens viciados em serem atendidos em seus desejos. Com comportamentos frágeis, não sabem lidar com as frustrações e reagem a qualquer sinal de frustração com agressividade e desrespeito. No entanto, são sensíveis como um cristal, se ofendem com qualquer palavra mais firme e se quebram.

A Síndrome do Imperador é fruto de uma sociedade desumanizada, onde os pais são ausentes e por compensação, desejam fazer os filhos felizes a qualquer custo. Essas crianças não desenvolverão a maturidade necessária para ter autonomia na vida adulta.

O psicoterapeuta Leo Fraiman explica o que é a ‘Síndrome do Imperador’ e como a falta de limites e atitudes corretas dos pais pode se tornar um grave problema na formação dos filhos:

Texto relacionado: Síndromes (por José Pacheco)


Ilustração de Roberto Weigand: http://rowe.com.br/portfolio/galerias/ilustracao-infantil/a-roupa-nova-do-rei/#!prettyPhoto[2]/NG/1698


Deixe seu comentário ou dúvidas. 

Comentários