A máquina de desperdiçar gente


Diego é dono de uma granja. Mayra, sua funcionária, tem o dever de empacotar 100 ovos ao dia. Nos últimos 30 anos, Mayra deixou quebrar em torno de 90 ovos ao dia. Está tudo bem para Diego? Por que Diego não muda o sistema? Por que ele não diz para Mayra como empacotar os ovos sem quebra-los? Será que Diego está satisfeito com esse desperdício?

Este é o retrato de nosso sistema educacional há décadas:
- o Brasil está entre os 10 piores países no índice PISA de educação
- somente 2% dos alunos com 15 anos tem bom desempenho escolar
- em torno de 5% dos alunos terminam o ensino médio com fluência em matemática
- em torno de 15% dos alunos terminam o ensino médio com fluência em português
- em torno de 30% dos que se formam na universidade, atuam na área de formação

Por que Diego não faz nada? Será que esse sistema falho gera algum benefício para sua granja? Será que ovos quebrados dão lucro?

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes.” [autor desconhecido] 


Fonte da imagem: https://www.franchiseindia.com/content/Top-5-Business-Opportunities-Flourishing-in-Delhi.9954

Comentários