Pedagogia do biscoitinho de adestramento

Algumas metodologias são mais conhecidas: Tradicional, Construtivista, Waldorf, etc. Outras são pouco conhecidas: Debaixo do Pé de Manga, do Sabão, do Biscoito Escrevido e por Projetos. A pedagogia mais aplicada, das escolas às universidades, é a Pedagogia do Biscoitinho de Adestramento. Uma criança chega à escola transbordando de curiosidade e sedenta por aprender tudo o tempo todo. Aprender é alegria e brincadeira da descoberta. Aos poucos todo esse desejo de aprender é desprezado e contido, no lugar aparece o desconforto em “engolir” o que não se quer. É a obrigação de saber o que o outro acha que você deve saber naquele momento.  Se a educação se tornou algo tão desinteressante, por que fazer? Fazer pois vale estrelinha, presença, hora atividade e nota? Os alunos estão de corpo presente, mas as mentes vagueiam. Usa-se da lei do menor esforço, faz-se o mínimo necessário para ganhar o biscoitinho. Essa metodologia é catastrófica quando falamos de ensino universitário. O jovem, com uma suposta busca por conhecimento, facilmente desvia o foco por estar adestrado a buscar somente o biscoitinho e esquece o bem maior: a aprendizagem.

Comentários